Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 36 a 45 anos



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
 
BLOG DO MARCOS GROSS


http://www.altasimtechnologies.com/wp-content/uploads/2013/03/company-2000x456.jpg

GRANDES EMPRESAS, GRANDES PROBLEMAS DE COMUNICAÇÃO

 Administrar um pequeno comércio com cinco funcionários é relativamente fácil. O dono interage com poucas pessoas e geralmente tem contato direto com sua equipe. Se acontece algum problema, o chefe conversa com os funcionários e tudo se resolve logo e ali mesmo, no local de trabalho.

 À  medida que aumenta o número de funcionários de uma organização, mais complexo fica o relacionamento entre as equipes. Mais “nós” são criados entre as pessoas e todos ficam suscetíveis à confusão e a mal-entendidos.

 Existe um mito corporativo que diz que quando o presidente elabora e transmite uma mensagem, os colaboradores assimilarão exatamente e precisamente o teor desta mensagem. Bobagem! É impossível controlar os pensamentos de cada indivíduo. Os seres humanos distorcem tudo!

 Se fossemos autômatos, seria mais fácil: reproduziríamos com precisão tudo o que foi repassado, mas não funciona assim com a mente humana. Nossa imaginação é fértil, nossas interpretações dos fatos são distorcidas e estamos cheios de más ou boas intenções que alteram o rumo das coisas e da vida alheia.

 Além de tudo, somos “seres emocionais”. As emoções afetam nossas percepções e ameaçam a nossa estabilidade nas ações e tomadas de decisão, o que causam deformações no modo como encaramos problemas, relacionamentos e situações do cotidiano.

 Não sabemos o que se passa no interior das pessoas. Quais são seus medos? O que estão planejando ou maquinando? O que estão omitindo? Por que não estão sendo sinceras e por que não se posicionam sobre determinado assunto? A falta de transparência nos relacionamentos cria um jogo de esconde-esconde que nos afasta dos verdadeiros acontecimentos. 

 Para agravar, a sociologia já provou que indivíduos isolados agem de maneira diferente quando participam de um grupo. Os “times” não são necessariamente a soma das individualidades, mas se comportam de maneira singular, muitas vezes de forma imprevisível.   

 No mundo contemporâneo há muita diversidade de pensamento, valores e culturas. Não somos uma massa homogênea. Isso significa que em uma grande corporação, onde existem 30 mil funcionários, existem 30 mil cabeças diferentes pensando ao mesmo tempo e tentando falar uma linguagem comum.

 A tarefa dos gestores e profissionais de RH é tentar minimizar o ruído, procurando administrar uma orquestra com milhares de instrumentos sob a mesma melodia e ritmo. Uma tarefa para um grande maestro. Fim da mensagem.

 

 Marcos Gross Scharf

Diretor da McGross – treinamento e consultoria

Doutorando, Mestre e especialista em Gestão de comunicação

www.mcgross.com.br



Escrito por Marcos Gross às 15h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]